Visita ao Palácio Quitandinha em Petrópolis - R.J.

A cidade do Rio de Janeiro é a minha segunda preferida no Brasil (São Paulo é a primeira) e a cada visita descubro lugares encantadores, além dos internacionalmente conhecidos (e mega encantadores) Corcovado, Pão de Açúcar e Calçadão da Praia de Copacabana.
Estive na cidade dias atrás e desta vez tive a oportunidade de conhecer Petrópolis, cidade serrana a cerca de 1h30 da capital, onde se encontra o popularmente conhecido Palácio Quitandinha, hoje  parte condomínio residencial e uma das unidades do Sesc.
O local é lindo interna e externamente e foi com grande expectativa que adentrei as duas salas de espetáculos, conhecidos como a boate e o teatro do antigo Hotel-Casino. Neles foram eleitas as misses Brasil 1954 - Marta Rocha, 1955 - Emília Correia, 1956 - Maria José Cardoso e 1957 - Terezinha Morango.
É indescritível a emoção que senti nos espaços, muito bem conservados e belíssimos, onde nossas eternas rainhas receberam o título máximo da beleza nacional.
Todo a área administrada pelo Sesc é aberta a visita e recomendo aos apaixonados pelo Mundo Miss, como eu, que a façam, pois é tudo muito bonito.
Abaixo algumas fotos que fiz no local.


Boate 

Boate

Teatro

Lateral 

Parte da fachada

Fachada completa





Comentários

  1. Que legal! Deve ter sido um passeio emocionante meu amigo, visitar o Hotel Quitandinha, primeiro palco do Miss Brasil! Abraços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Obrigado Kamilla Salgado!

Renata Fan, Miss Brasil 1999, faz 34 anos e recebe homenagem

Há 50 anos Ieda Maria Vargas era coroada Miss Universo 1963

Sabrina de Paiva - Miss São Paulo 2016 - participa de encontro com mulheres negras ativistas

Bruna Zanardo perde o título de Miss Terra Fogo 2016

Caroline Oliveira é a Miss Bahia 2017

Miss São Paulo 2017: polêmica sobre o resultado

Cristina Alves é a Miss Brasil Beleza Internacional 2013

Um Sonho de Miss: Adriana Alves de Oliveira