Resenha: Miss Mundo 2016

Concurso: Miss Mundo 2016
Data: 18 de dezembro de 2016
Local: MGM Theatre
Cidade/País: Washington D.C. - Estados Unidos
Nº de candidatas: 117
Vencedora: Stephanie Del Valle - Porto Rico

O concurso Miss Mundo continua sendo o de maior relevância com seu tema Beleza com Propósito. É gratificante ver o engajamento e trabalho que a organização realiza. Ele também é o maior em participação de candidatas, sendo que em 2016 foram 117.
Eu havia lido algumas resenhas que exaltavam a dinâmica e emoção da noite final e fiquei com grande expectativa, mas após assisti-lo não fui convencido de que o concurso melhorou como show televisivo.
O concurso começou bem, com o vídeo das candidatas se apresentando, mas a divisão em três partes quebra o ritmo. Nessa parte já é possível perceber que o concurso é único, pois a maioria das misses estão com visual de princesa, deixando a sensualidade tão comum nos outros concursos de fora.
Após o vídeo de apresentação as candidatas entram no palco para uma dança muito bem coreografada, e com um figurino simples e bonito que representa as lideres de torcida dos esportes coletivos estadunidenses. Achei muito legal o efeito da bandeira dos EUA no final.
Os apresentadores Jason Cook e Megan Young - Miss Mundo 2013, foram muito bem, mas o clima de formalidade do concurso faz com que algumas brincadeiras fiquem deslocadas.
Em seguida temos os vídeos com as provas classificatórias: Beleza com Propósito, Top Model, Multimídia, Esportes e Talento. As vencedoras foram classificadas para o top 20 diretamente. 
Com quase uma hora de transmissão. ainda não temos o top 20 definido, ficando evidente que o concurso continua moroso.
As misses retornam ao palco para mais uma dança e com um figurino lamentável, pois pretinho básico não é para ser usado em concursos de miss.
Enfim o top 20 é formado como sempre com grandes surpresas e exclusões inexplicáveis (cadê a maravilhosa mexicana?).
Após a apresentação do juri temos um "desfile" das candidatas que francamente não me convenceu. Duvido que aqueles 5 segundos de cada uma no palco tenha efeito para eliminação e acredito que o top 20 está definido em ordem de classificação desde o início. O narrador até deixou escapar que a Miss Porto Rico era a favorita.
Antes do anúncio do top 10 e da escolhida pelo público, temos belas imagens das candidatas em Nova York e falas sobre a importância da ação social que o concurso realiza.
O top 10 é anunciado com as misses nos bastidores do teatro, como na década de 1980 e acho isso ruim, pois é impossível ver a reação da candidata. Cada miss chamada já respondia a uma pergunta, nesse momento algumas despontam como favoritas.
O primeiro número musical da noite é do cantor Rodrick Dixon, que tem uma bela voz, mas achei sei estilo meio deslocado do concurso. 
Temos então o anúncio do top 5, ficando evidente que o concurso não leva a beleza como fator determinante. Em seguida a pergunta final é feita às candidatas e nesse momento foi lindo ver o desejo sincero da Miss Filipinas - Catriona Gray em ser a Miss Mundo 2016. Após a pergunta final temos a apresentação da banda Morrison Brothers, que trouxe animação ao concurso.
Em seguida temos o vídeo sobre o reinado da Miss Mundo 2015 - Mireia Lalaguna e seu desfile de despedida. Não gostei muito do vestido, mas ela é linda e sua beleza compensou.
O anúncio do resultado final provoca espanto em todos, pois a filipina era a grande favorita e acabou não integrando o top 3. A canção cantada pelas misses no final sempre me emociona e acho o momento mais lindo do concurso.
Não há duvidas que a miss Filipinas era perfeita para o título, mas a porta-riquenha estava com um brilho especial e mereceu vencer.  Ela não entra para o seleto grupo de Misses Mundo maravilhosas como Rolene Strauss (2014) e Maria Julia Mantilla (2004), mas espero que ela tenha um belo reinado.
Sobre a participação da nossa linda Beatrice Fontoura: acredito que ela merecia ter integrado o top 5 no lugar da insossa Miss Indonésia, mas como não havia nenhum brasileiro no juri e sim uma porto-riquenha e uma indonésia, ficou difícil para nossa brasileira.
Eu gosto muito do concurso, apesar que como show de TV ele ainda precisa ser mais dinâmico e emocionante, mas é inegável que o Miss Mundo lidera em relevância e importância o ranking dos concursos de beleza.

Coroação

Misses cantam na final do MM 2016

Resultado final*:

ColocaçãoPaís e Candidata
Vencedora
2º. Lugar
3º. Lugar
Finalistas
(TOP 11)
Semifinalistas

(Em ordem de classificação)
(TOP 20)
Semifinalistas

(Em ordem de classificação)
  • Índia Índia - Priyadarshini Chatterjee
  • Gana Gana - Antoinette Delali
  • Japão Japão - Priyanka Yoshikawa

*Wikipédia



Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares na semana

Elicena Andrada - Miss Espanha Latina - vence o Miss América Latina del Mundo 2017

Miss Mundo 2017: Hot Picks #01

Thainá Freitas - Miss São Paulo Latina 2018 - concorre ao título nacional hoje

Miss Universo 2017: Hot Picks #01

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Laís Berté é a Miss Brasil Hispano-Americana 2017