Miss Universo confirma coroa a Leila Lopes, após acusação de falsificação de papéis

Fonte: portal Yahoo

"Nunca escutamos o nome de Charles Mukano, que é mencionado. O diretor nacional do concurso na Angola é Renato Guttler", informou o departamento oficial de imprensa de Donald Trump, que promove o concurso mundial. Leila Lopes, que venceu o Miss Universo 2011, na segunda-feira, dia 12, no Rio de Janeiro, continua sendo a representante da beleza feminina no mundo.

Na última quarta-feira, dia 15, o jornal argentino "Infobae" publicou uma reportagem que acusava a angolana Leila Lopes de ter utilizado documentos falsos para poder participar do Miss Angola/ Reino Unido, concurso que possibilitou sua coroação no Miss Universo 2011. A organização do Miss Universo, no entanto, rebateu as acusações e confirmou a coroa à angolana.
De acordo com o "Infobae", um homem chamado Charles Mukano, suposto organizador do Miss Angola/ Reino Unido, teria falsificado documentos para que Leila pudesse participar do concurso, que só permite inscrições de angolanas que vivem no Reino Unido. Leila nunca teria vivido na Grã-Bretanha, segundo o site, mas teria um documento falso em que atestava ter estudado administração de empresas na Inglaterra.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Obrigado Kamilla Salgado!

Renata Fan, Miss Brasil 1999, faz 34 anos e recebe homenagem

Há 50 anos Ieda Maria Vargas era coroada Miss Universo 1963

Sabrina de Paiva - Miss São Paulo 2016 - participa de encontro com mulheres negras ativistas

Bruna Zanardo perde o título de Miss Terra Fogo 2016

Caroline Oliveira é a Miss Bahia 2017

Miss São Paulo 2017: polêmica sobre o resultado

Cristina Alves é a Miss Brasil Beleza Internacional 2013

Um Sonho de Miss: Adriana Alves de Oliveira