Miss Universo confirma coroa a Leila Lopes, após acusação de falsificação de papéis

Fonte: portal Yahoo

"Nunca escutamos o nome de Charles Mukano, que é mencionado. O diretor nacional do concurso na Angola é Renato Guttler", informou o departamento oficial de imprensa de Donald Trump, que promove o concurso mundial. Leila Lopes, que venceu o Miss Universo 2011, na segunda-feira, dia 12, no Rio de Janeiro, continua sendo a representante da beleza feminina no mundo.

Na última quarta-feira, dia 15, o jornal argentino "Infobae" publicou uma reportagem que acusava a angolana Leila Lopes de ter utilizado documentos falsos para poder participar do Miss Angola/ Reino Unido, concurso que possibilitou sua coroação no Miss Universo 2011. A organização do Miss Universo, no entanto, rebateu as acusações e confirmou a coroa à angolana.
De acordo com o "Infobae", um homem chamado Charles Mukano, suposto organizador do Miss Angola/ Reino Unido, teria falsificado documentos para que Leila pudesse participar do concurso, que só permite inscrições de angolanas que vivem no Reino Unido. Leila nunca teria vivido na Grã-Bretanha, segundo o site, mas teria um documento falso em que atestava ter estudado administração de empresas na Inglaterra.

Comentários