O fim da "era feroz" no Miss Universo

Caros leitores!
Há alguns dias li um artigo muito interessante no site Missosology que fala sobre a mudança do perfil de vencedora almejado pela organização do concurso MISS UNIVERSO.
O autor do artigo enxerga a década passada como a "era feroz", citando as impactantes passarelas da divina Jennifer Hawkins (MU 2004)  e da oriental latinizada Riyo Mori (MU 2007),  e as poses e olhares de Natalie Glebova (MU 2005) e Dayana Mendonza (MU 2008). 
Contrapondo-se a essa "era feroz", temos as eleições de Ximena Navarrete (MU 2010) e Leila Lopes (MU 2011) que inauguram uma "era doce", onde requinte e elegância seriam a "regra suprema" do concurso na atualidade.
Esse artigo me fez  refletir sobre o tão falado e indefinido modelo de beleza que o principal concurso internacional de miss almeja. Conclui que o mesmo é feito de ciclos e que um novo está aí, ainda no seu início.
Abraços!

Jennifer Hawkins - MU 2004 - "era feroz"

Natalie Glebova - MU 2005 - "era feroz"

Riyo Mori - MU 2007- "era feroz"

Dayana Mendonza - MU2008 - "era feroz"

Ximena Navarrete - MU 2010 - "era doce"


Comentários

  1. Bem legal o artigo... vamos ver as próximas misses desta década, não é mesmo!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares na semana

Elicena Andrada - Miss Espanha Latina - vence o Miss América Latina del Mundo 2017

Miss Mundo 2017: Hot Picks #01

Thainá Freitas - Miss São Paulo Latina 2018 - concorre ao título nacional hoje

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Laís Berté é a Miss Brasil Hispano-Americana 2017

Miss Universo 2017: Hot Picks #01