Colômbia vence o Miss Universo 2014/2015

E a favorita de muitos venceu.
A colombiana Paulina Vega conquistou o 2º título de Miss Universo para seu país. O 1º foi em 1958.
Com uma segurança pouca vezes vista em uma miss, mas que em alguns momentos refletia uma certa arrogância,  a colombiana demonstrava desde o início do concurso que acreditava na vitória. Foi impecável no show preliminar e tecnicamente perfeita na noite final, não se abalando com a preferência da platéia pela exótica Miss Jamaica - Kaci Fennell.
O concurso, como já sinalizava, não foi dos melhores, mas o resultado foi justo.
A Miss Brasil 2014 - Melissa Gurgel - foi classificada entre as 15 semifinalistas, mas merecia ter avançado ao top 10, pois foi bem melhor no desfile de traje de banho que a misses Filipinas e Venezuela e que avançaram para a etapa de traje de noite.
Vou pontuar em positivos e negativos os fatos ocorridos ontem em Doral - Miami.

Positivos:

1. Classificação da brasileira no top 15.
2. A vitória da colombiana, que é uma miss linda.
3. A torcida da platéia pela jamaicana, algo que eu não esperava, pois nas preliminares era nítida a torcida pela colombiana e pela venezuelana.
4. Os filipinos que, como sempre, sabem se divertir e torcer pela sua miss, mesmo quando ela não é muito bela.
5. O desfile em traje de noite, que trouxe um conjunto belíssimo de vestidos.
6. As imagens de alguns concursos anteriores e depoimentos de algumas misses.
7. A impressionante beleza de Jennifer Hawkins - Miss Universo 2004 e Natalie Glebova - Miss Universo 2005. Ambas se estivessem concorrendo nesta edição conquistariam o título novamente.

Negativos:

1. O excesso de intervalos.
2. A chamada em duas etapas dos tops, Só deixa os fãs mais ansiosos desnecessariamente.
3. A classificação de Miss Venezuela, visivelmente fora de forma, entre as semifinalistas.
4. Os números musicais em excesso e nada empolgantes,
5. As duas etapas de perguntas finais. Uma era o suficiente.
6. O juri, formado em sua maioria por pessoas desconectadas ao Mundo Miss. Algo que infelizmente também acontece no Brasil.
7. A plateia nativa (e nada sofisticada) de Doral.
8. A decadência geral do concurso.
9. A não inclusão de negras entre as semifinalistas.

Resultado final:


1º.  Colômbia  Paulina Vega Dieppa

2º.  Estados Unidos  Nia Sanchez 
3º.  Ucrânia  Diana Harkusha
4º.  Holanda  Yasmin Verheijen
5º.  Jamaica  Kaci Fennell


Paulina Vega - MU 2014/2015





Comentários

  1. Acho que mais uma vez o conceito de beleza mundial falhou. ..pra mim a miss universo seria a jamaicana

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Obrigado Kamilla Salgado!

Renata Fan, Miss Brasil 1999, faz 34 anos e recebe homenagem

Há 50 anos Ieda Maria Vargas era coroada Miss Universo 1963

Sabrina de Paiva - Miss São Paulo 2016 - participa de encontro com mulheres negras ativistas

Bruna Zanardo perde o título de Miss Terra Fogo 2016

Caroline Oliveira é a Miss Bahia 2017

Miss São Paulo 2017: polêmica sobre o resultado

Cristina Alves é a Miss Brasil Beleza Internacional 2013

Um Sonho de Miss: Adriana Alves de Oliveira