O futuro incerto do Miss Universo nas mãos de Donald Trump

Nesta semana o Mundo Miss vem sendo bombardeado com notícias nada animadoras referente ao concurso Miss Universo.
A partir de declarações discriminatórias e racistas ("são traficantes de drogas e estupradores") proferidas pelo dono do concurso, o empresário estadunidense Donald Trump, aos imigrantes mexicanos, os grupos de comunicação Televisa, Univision e NBC romperam as relações comerciais com o certame, comprometendo sua transmissão pela tv.
Para piorar a situação, a franquia mexicana do concurso presidida pela Miss Universo 1991, Lupita Jones, cancelou a sua participação na próxima edição do concurso, que ainda não tem data nem local definidos.
Outras franquias nacionais tem demonstrado seguir o caminho da mexicana, como as da Guatemala e da Costa Rica, além do cancelamento oficial da Colômbia como candidata a sede do concurso.
Vamos aguardar o posicionamento das franquias das chamadas potências, como Venezuela, Colômbia, Porto Rico e Filipinas. A franquia brasileira até o momento não se posicionou sobre o assunto.
Apesar dos absurdos proferidos pelo Sr. Trump, vejo um lado positivo nessa situação, pois se patrocinadores e franquias boicotarem realmente o concurso, esse senhor provavelmente irá querer se livrar dele e então poderemos ter um novo concurso, talvez mais transparente  e menos regional.
Vamos aguardar!

Donald Trump 

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares na semana

Miss Brasil 2017: top 15 do desfile para o juri técnico

Miss Brasil 2017: top 15 final do blog

Stephany Pim é a Miss Espírito Santo 2017

Nathália Lago é a Miss Roraima 2017

Jéssica Porto é a Miss Minas Gerais 2017

Caroline Oliveira é a Miss Bahia 2017

Emanuelle Costa é a Miss Brasil Continentes Unidos 2017

Obrigado Raissa Santana - Miss Brasil 2016!

Gabrielle Vilela é a Miss Brasil Mundo 2017