Resenha: Miss São Paulo 2017

Na noite do último sábado foi realizada a final do concurso Miss São Paulo 2017, que teve a representante da capital - Karen Porfírio - como vencedora.
O concurso teve uma clara inspiração na última edição do Miss Universo em várias de suas etapas e nessa resenha vou expor minhas impressões.

Abertura:
A entrada das misses pela platéia e segurando placas com palavras e frases sobre o empoderamento feminino animou os presentes, que já demostravam sua torcida na apresentação individual. O figurino deixou a desejar, mas foi um bom início.

Anúncio do top 12:
Nesse primeiro top as misses usavam maiô e uma saia transparente, algo desnecessário nesse momento, pois nele tivemos um rápida conversa das misses com o apresentador Cássio Reis sobre um fato pessoal. Entendo que em seguida iria acontecer o desfile, mas teria sido melhor manter o primeiro figurino.
Algumas exclusões como as misses Itapetininga, Jaboticabal e Jacareí me surpreenderam e ali ficou claro que era só início de um concurso que iria gerar muita polêmica.

Desfile de maiô:
Etapa desnecessária, pois teríamos o desfile de biquíni em seguida. A participação do cantor Christopher Clark foi constrangedora, para dizer o mínimo. Por favor excluam essa etapa no Miss Brasil 2017.

Anúncio do top 8:
No anúncio do top 8 as misses trajavam biquíni e tivemos intercalados ao anúncio a exibição de um vídeo individual. Eu gostei dessa etapa, pois ela foi menos dramática que a do ano passado. A surpresa foi a exclusão da miss Ribeirão Preto, uma das favoritas dos fãs do concurso. Nessa etapa comecei a simpatizar com a miss Tatuí, que demonstrou muita simpatia e carisma.

Desfile de biquíni:
Nessa etapa tivemos a apresentação da cantora Iza e podemos notar que a preocupação em ter um corpo tonificado e definido é coisa do passado (influência do Miss Universo 2016?) para as misses e o concurso. Não gostei da coreografia, pois ficar apontando o dedo indicador para as pessoas é deselegante.

Desfile em traje de noite:
O desfile mais esperado em todos os concursos de miss é a do traje de noite e este ano a expectativa era grande, pois teríamos um novo estilista responsável.
Eu gostei de alguns vestidos, mas esperava mais cor e leveza neles. Foi uma mudança positiva, mas acredito que no Miss Brasil 2017 cada miss deveria levar o seu, pois teríamos variedade de modelos e cores.
Achei a presença das misses não classificadas desnecessária e aquelas motos fora de contexto.

Anúncio do top 5:
Para mim foi uma surpresa (negativa) ver a miss Jales no top 5, mas para compensar a miss Tatuí avançou e fiquei feliz, mesmo com alguns exageros na postura. Nesse momento a torcida da platéia para a representante da capital já ficava evidente.

Perguntas finais:
Seguindo o modelo do Miss Universo, as finalistas responderam à questões sobre temas atuais ligados ao empoderamento feminino. Eu gostei das respostas, mas ainda temos muito o que melhorar nesse quesito até o Miss Universo 2017.

Desfile final:
O que foi aquilo? O momento que era para ser decisivo para os jurados beirou a vulgaridade. Podem me chamar de conservador, mas nesse desfile postura e elegância são primordiais. Foi a pior parte do concurso!

Top 3 e anúncio da vencedora:
Não entendi o avanço da miss Jales ao top 3, pois a miss Tatuí estava encantadora. Assumo que estava torcendo pela miss Laranjal Paulista, mas não posso negar que a representante da capital foi bem em todas as etapas.

Cenário e iluminação:
Eu gostei dos telões e da iluminação, mas o cenário do desfile em traje de noite foi ruim.

Jurados:
Este ano não tivemos jurados com expressão de desprezo para o concurso e todos pareciam estar curtindo estar ali.

Apresentador:
Cássio Reis mostrou que pode apresentar o concurso sozinho, pois tem elegância, carisma e não faz piadas sexistas com as misses.

Misses São Paulo:
Foi muito legal ver as misses São Paulo 2012, 2013, 2014 e 2015 como convidadas na apresentação e todas foram muito bem, já que não são apresentadoras. Destaco a beleza deslumbrante de Fernanda Leme (2014).

Miss Brasil 2016:
Raissa Santana esteve bem, linda como sempre, mas continua um pouco insegura quando tem um microfone à sua frente.

Miss São Paulo 2016:
Uma pena Sabrina de Paiva não ter tido a oportunidade de falar, pois tenho certeza que ela tem importantes considerações a fazer sobre a importância de sua conquista. Uma falha imperdoável da produção.

Trilha sonora e atrações musicais:
Eu gostei da trilha sonora e das apresentações da cantora Isa, mas como eu falei acima a apresentação do cantor Christopher Clark foi dispensável.

Considerações finais:
O concurso, na minha opinião foi bom e mostrou que a organização nacional está em sintonia com o Miss Universo, mas alguns exageros devem ser eliminados para o Miss Brasil 2017 (dancinha no desfile final nunca mais, por favor!). É nítido o esforço da organização nacional em produzir um belo e atrativo espetáculo televisivo, mas faltou equilíbrio entre a essência de um concurso de miss (beleza e elegância) e a exemplificação de novos comportamentos femininos.
Apesar da platéia e das misses (aparentemente) terem gostado do resultado final, acredito que teremos um efeito Priscila Machado (Miss Brasil 2011) caso Karen Porfírio venha a vencer o Miss Brasil 2017 (acredito ela que tenha condições pra isso), pois a quantidade de insatisfeitos com sua eleição é bem maior que os satisfeitos.
A polêmica sobre o resultado parece, por enquanto, resolvida, mas acredito que há algo nebuloso nessa história.
Torço para que no Miss Brasil 2017 tenhamos um espetáculo onde o empoderamento feminino seja enfatizado, mas que exista um diálogo com a beleza e a elegância que são dois elementos básicos de um concurso de miss.

Abertura

Chamada do top 12

Desfile de maiô

Top 8

Top 3


Desfile da Miss SP 2017 - Karen Porfiro

Resultado final*

PosiçãoMunicípio e Candidata
Vencedora
2º. Lugar
3º. Lugar
  • Jales - Iamonike Helena
Finalistas
(TOP 08)
Semifinalistas
(TOP 12)
Semifinalistas
  • Jaú - Luísa Caleffi

ColocaçãoCandidata
Miss Be Emotion 1
Miss Voto Popular
Desafio Customização


*Wikipédia


Comentários

  1. Oi Nelson, tudo bem? Sua resenha sobre o Miss São Paulo está magnífica, adorei ler. Não pude deixar de rir quando você colocou que ficar apontando o dedo indicador para as pessoas é deselegante. Minha mãe sempre falava que é falta de educação. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares na semana

Miss Brasil 2017: top 15 final do blog

Stephany Pim é a Miss Espírito Santo 2017

Nathália Lago é a Miss Roraima 2017

Jéssica Porto é a Miss Minas Gerais 2017

Emanuelle Costa é a Miss Brasil Continentes Unidos 2017

Caroline Oliveira é a Miss Bahia 2017

Obrigado Raissa Santana - Miss Brasil 2016!

Monalysa Alcântara - Miss Piauí 2017 - é a Miss Brasil 2017

Resenha: Miss Brasil 2017