Global Beauties elege o Miss Grand International como o melhor concurso de 2017

Pré-atividades excelentes e uma final empolgante determinaram a vitória do concurso

Fonte: Global Beauties


Nos seus 5 anos de existência, o concurso Miss Grand International foi se fortalecendo e a edição de 2017 do concurso no Vietnã foi um evento espetacular. Shows glamourosos nas preliminares e na noite final, muitas atividades, o melhor tratamento possível para as misses que competiram no concurso, um processo de seleção justo e o uso maciço das mídias sociais ajudaram ao Miss Grand International a garantir o prêmio máximo do Global Beauties para a temporada de 2017. Embora ainda haja itens para melhorias, como aspectos técnicos da transmissão da final, o consenso foi que o Miss Grand International deveria ser premiado pelo crescimento obtido em tão pouco tempo.



O concurso pode não ter o alcance de mídia do Miss Universo e do Miss Mundo, e os organizadores deixam bem claro que a televisão não é seu principal objetivo. Em vez disso, o concurso se promove na internet, não a considerando como algo apenas do futuro, mas sim do presente, e envolve realmente o fãs com centenas de webcasts ao vivo, oferecendo grande entretenimento para os seguidores do certame. O concurso foi consistente desde o 1º dia até a final e merece o prêmio de "Melhor concurso do ano de 2017"!






Podemos afirmar que em 2016 a escolha de Las Vegas foi arriscada e poderia ter colocado sua credibilidade em jogo (embora tenha sido uma escolha ousada!), mas em 2017 voltou ao que era em 2013, 2014 e 2015, e foi ainda melhor! Até onde pode chegar o Miss Grand International no futuro? Com a paixão que vemos dos organizadores pelo concurso, o céu é o limite!





 Observações sobre os outros 4 concursos do Grand Slam:

O Miss Universo demonstrou uma excelente final, a melhor entre os 5 concursos do Grand Slam, depois de um longo período de tempo. No entanto, os eventos preliminares foram extremamente decepcionantes, não só para os fãs, mas também para as candidatas e diretores nacionais que tivemos contato. Em 2016, nas Filipinas, foi o contrário: eventos preliminares sensacionais e uma final péssima. Esperamos uma combinação de ambos em 2018!

O Miss Mundo melhorou muito seu evento final em 2016, tanto que o Global Beauties o elegeu como "O concurso do Ano de 2016". Foi um concurso melhor, as semifinalistas desfilaram na passarela, foram entrevistadas e todos conseguiram entender cada etapa. Parecia o início de uma nova era. No entanto, apesar de em 2017 as candidatas ao concurso terem participado de eventos preliminares excelentes ( pela primeira vez em anos), o novo Desafio Head to Head foi brilhante (a melhor inovação do ano no mundo dos concursos), claramente deu-se um passo atrás se comparando a 2016. Depois de um bom número de abertura, as competições no palco desapareceram, formaram-se muitos "tops", sem tempo para apreciar ou de alguma forma julgar as candidatas. O roteiro de 2016, com o palco e as luzes de 2017, seria uma combinação perfeita. Nossos dedos estão cruzados por essa mágica em 2018!

O Miss Supranational teve o palco mais extraordinário de todos, ótimas músicas, danças e coreografias divertidas. Mas precisa melhorar o número de abertura, o roteiro e as atividades pré-concurso. O nível das candidatas, que sempre foi alto desde 2009, caiu claramente em 2017. Esperamos um concurso melhor em 2018!

O Miss International é tradicional e antiquado. As atividades de preliminares são incríveis e isso deve ser mantido. Mas precisa renovar a noite final. Qual é o objetivo em eleger uma Miss Filipinas (2016) e uma Miss Indonésia (2017) que mesmo não sendo as mais cotadas atraíram o público, e não realizar uma final melhor? Os organizadores devem refletir sobre isso. Eles tem uma marca forte, tradição, potencial, mas precisam acordar e perceber que estamos quase em 2020, não em 1965, onde a produção atual parece pertencer.

Parabéns para o Miss Grand International, vencedor do ano de 2017.



Comentários

Editor

Visitas até o presente